Colorismo Capilar (4)

Colorismo Capilar

Estrela Cromática, referencial do cabeleireiro colorista, não é de Oswald

Rosélia Costa by

 

Afirmação foi fundamentada pela especialista Rosélia Costa após intensa pesquisa

A especialista em coloração, pesquisadora e criadora do Círculo Cromático Capilar, Rosélia Costa, revelou recentemente um dado muito importante para o mundo da beleza. Ela fundamentou o que andam falando sobre o referencial do colorista capilar, a Estrela Cromática, que até então era denominada Estrela de Oswald.

 

O que o cabeleireiro colorista conhece como referencial para exercer a arte de colorir os cabelos, a “Estrela de Oswald”, tem como cores primárias o vermelho, amarelo e o azul. Este sistema de cor apresentado ao cabeleireiro, como referência, no entanto, não condiz com a teoria das cores do renomado químico alemão Friedrich Wilhelm Ostwald, dessa forma, a Estrela Cromática continua sendo o referencial teórico, no entanto, o nome “Estrela de Oswald” não está correto.

Esta nova descoberta foi feita por Rosélia Costa após concluir a Graduação em Visagismo e Estética Capilar, a Pós-graduação em Docência do Ensino Superior e em Docência para a Educação Profissional. Sua paixão pela coloração capilar trouxe ainda mais uma contribuição para a área da beleza, um círculo cromático capilar, que condiz com a teoria e a prática do colorista capilar.

 

Nesta busca incansável pelo conhecimento, Roselia foi buscar o conhecimento científico visando o embasamento do trabalho desenvolvido. “Precisei estudar muitas teorias das cores e, nesta busca, EURÉCA! Descobri algo que quero compartilhar com todos os profissionais, pois acredito que é fundamental conhecermos e compreendermos o que praticamos todos os dias: a arte de colorir os cabelos”, afirmou a especialista.

 

Vamos aos fatos: a teoria de Ostwald

O alemão Friedrich Wilhelm Ostwald (1853 -1932) foi um importante físico e químico. Recebeu o prêmio Nobel de química pelo seu trabalho de catálise, em 1909. No final da carreira se apaixonou pela teoria das cores. Queiroz, no seu artigo sobre Círculos Cromáticos, diz que Ostwald apresentou o conceito full colour (cor plena = cor pura), o mesmo que o teórico Munsell chamava de “tonalidade ou tom”. Ele selecionou as cores em três grupos: conteúdo de cor (cor pura), conteúdo de preto e conteúdo de branco. Definiu a diferença entre cores cromáticas e cores acromáticas. Referente às cores acromáticas, elaborou uma organização em linha, numa escala de cinza, em oito graduações de cores claras e escuras ao misturar proporções diferentes de preto e branco. “Aqui, encontramos uma diferença importante a ser comparada: a escala de tom dos cabeleireiros tem dez alturas de tom e não apenas oito, onde o mais escuro é o 1 preto e o tom mais claro é o 10 loiro claríssimo”, enfatizou Rosélia.

 

A grande descoberta

Continuando com a teoria de Ostwald, ela explicou que as cores estão organizadas em forma de círculo com 24 tonalidades, onde as cores primárias adotadas foram: amarelo ao norte, vermelho ao leste, azul no sul e verde no oeste. Dessa forma, o formato de círculo se refere ao Sistema de cor NCS (Natural Color System). “Neste momento já ficou muito claro que tínhamos a principal diferença da teoria da cor aplicada na estrela cromática para a teoria da cor defendida por Ostwald”, salientou Rosélia. Esta descoberta mudaria o rumo da história do colorista capilar, afinal, as cores primárias dos cabeleireiros são: vermelho, amarelo e azul, referente ao sistema de cor pigmento opaco – RYB, como cita Perazzo (1999). “O sistema de cor da Estrela Cromática é composto de 12 cores, sendo trêsprimarias,trêssecundáriaseseisterciárias.Énelequeocoloristacapilarsebaseia para fazer as misturas das colorações e escolher as nuances”, afirmou a especialista.

 

O sistema de cor NCS - Natural Color System

O sistema de cor de utilizado por Ostwald é o NCS, e baseia-se em seis cores: amarelo, vermelho, azul, verde, branco e preto, conforme a ilustração abaixo. Entre as quatro cores primárias foram colocadas quatro cores: laranja entre amarelo e vermelho, violeta entre vermelho e azul (ultra marinho), turquesa entre azul (ultra marinho) e verde, verde-folha entre verde e amarelo. Com essas oito cores, Ostwald construiu as 24 cores ao redor do círculo cromático. Eis aqui mais uma diferença para o colorista capilar, pois o círculo cromático dos cabeleireiros é composto de 12 cores, onde cada cor está em posição diretamente oposta à sua cor complementar, fundamentando ainda mais a descoberta de Rosélia Costa.

 

Ela explica ainda que analisando o círculo cromático de Ostwald, pode-se perceber outra importante diferença no que se refere às cores complementares. “As cores azul e amarelo, que estão diretamente opostas no Círculo de Ostwald, no sistema RYB a cor complementar do azul é o laranja e a cor complementar do amarelo é o violeta. A alteração das cores complementares invalidaria todo o conceito aprendido sobre neutralização de cor nos cabelos”, enfatiza. Confira na imagem abaixo esta explicação.

 

 

A Harmonia das Cores

Esse é um dos conceitos que também difere em relação à harmonia conhecida e praticada pelos cabeleireiros coloristas e a harmonia defendida por Ostwald. Segundo Barros (2011), Ostwald estabeleceu uma lei onde a harmonia é uma questão de ordem (harmonia = ordem), ou seja, para ele seria uma questão de valor tonal da cor (claro-escuro), de forma que tons próximos se harmonizam. Já para o colorista capilar, não existe o certo ou o errado, mas sim a realização do desejo ou necessidade do cliente. Neste caso, pode ser usada uma harmonia de baixo, médio ou alto contraste, dependendo da reação que se quer causar no observador com a imagem criada para satisfazer o desejo docliente.

 

“Estrela de Oswald” não existe!

Por todos os itens supracitados, vimos que a “Estrela de Oswald” conforme o cabeleireiro colorista conhece, bem como, o sistema de cor relacionado a ela não condiz com a teoria das cores proposta por Ostwald.“O que quero dizer é que a “Estrela Cromática ou Estrela das Cores” continua sendo nosso referencial teórico, mas jamais devemos chama-la de “Estrela de Oswald””, reforça Rosélia. E ela completa: “O que está errado não é a Estrela Cromática e a teoria nela contida. O que está errado, na verdade, é o fato de se ligar esta Estrela Cromática ao nome do teórico Friedrich Wilhelm Ostwald, pois o sistema de cor de Ostwald é o (NCS), que contém quatro cores primárias: amarelo, vermelho, azul e verde. Já a Estrela Cromática, usada pelos cabeleireiros, está embasada no sistema de cor pigmento opaco (RYB), que contém três cores primárias: vermelho amarelo e azul”, concluiu Rosélia Costa.

 

A importância de entender os sistemas de cor

Embora os cabeleireiros façam as misturas das colorações com o sistema RYB, precisam entender os três sistemas de cor mais conhecidos e usados no dia a dia da profissão: RGB - CMYK – RYB, e agora, o NCS que é o sistema de cor referente à teoria de Ostwald. Esta nova teoria é considerada, por estudiosos, o círculo dos projetos, ou seja, utilizado no design e na arquitetura.

 

 

 

O Círculo Cromático do Cabeleireiro

Toda esta pesquisa também levou Rosélia a uma constatação: não existe círculo errado! “Na verdade há um círculo ideal para cada profissional usar no momento oportuno ou na sua profissão. Hoje, o cabeleireiro colorista já tem um Círculo Cromático específico para o Colorismo Capilar. Uma ferramenta totalmente desenvolvida e customizada para aprender, ensinar e realizar a arte de colorir os cabelos”, reforça Rosélia.

 

O Círculo Cromático Capilar – fruto do conhecimento obtido em mais de 30 anos de profissão e outros muitos anos de pesquisa – contém toda a teoria da cor universal, porém totalmente adaptada para a teoria e a prática da cor capilar. Além disso, ele é interativo e permite obter respostas sobre neutralização, acentuação da cor e harmonia cromática entre outros conceitos. Um verdadeiro “GPS” para o profissional alcançar a cor tão sonhada pela cliente.

IMG 2062

Adquira agora mesmo o Círculo Cromático Capilar, clique no link => http://bit.ly/CirculoCromaticoCapilar e tenha em mãos uma poderosa ferramenta que dará mais agilidade e qualidade ao seu trabalho. 

 

O futuro profissional

Quando questionada sobre os motivos que a levaram a realizar a pesquisa, Rosélia afirma que a intenção foi exatamente contribuir para a formação e educação deste novo perfil profissional que necessita ter conhecimento, habilidade e atitude. Ela cita os quatros pilares da educação que, segundo a Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, o profissional competente precisa desenvolver: o saber teórico (conhecimento), o saber fazer (habilidade), o saber ser (cidadania) e o saber conviver (atitude).

 

A especialista produziu este artigo, pois em sua busca pelo conhecimento não encontrou uma resposta fundamentada. “Quando eu questionava tanto meus professores, quanto experientes profissionais da área sobre o motivo do nome da “Estrela de Oswald”, eu obtida apenas discursos vagos. Eu queria mais, queria compreender. Essa minha busca agora, merece ser compartilhada. Espero realmente que esta descoberta seja adotada pelas instituições de ensino para um ensino de qualidade e fundamentado em base teórica”, enfatiza Rosélia Costa.

 

Confira o vídeo onde ela faz a divulgação e explica como chegou a esta afirmação -

https://www.youtube.com/watch?v=zZONLSbKaXo

Saiba mais...

COR SECUNDÁRIA

Rosélia Costa by

É originária da mistura de duas cores primárias em proporções iguais, das quais é complementar das cores primárias.

As cores secundárias relativas ao sistema de cor RYB são laranja, verde e violeta.

Vamos ao aprendizado significativo para o colorista capilar?!

As cores secundárias comumente utilizadas pelos cabeleireiros, correspondentes ao sistema RYB, são cobre, mate e irisado.

Cores secundárias

Composição da cor:

Nuance Cobre = Vermelho + Dourado

Ex: Cobre é uma forte tendência para o outono/inverno 2018 com os tons ruivos naturais, inspirados nos cabelos da atriz Marina Ruy Barbosa.

Nuance Mate = Dourado + cinza

Ex: Mate é uma nuance que neutraliza os tons vermelho. Atualmente, o verde é usado como cor fantasia pelas “it girls” mais antenadas, que servem de inspiração para muitas mulheres. Essa é uma cor muito usada na tendência chamada de sereismo.

Nuance Irisado = Cinza + vermelho

Ex: Irisado é a nuance que neutraliza os tons dourados. Quando usado como cor fantasia, o irisado (violeta/roxo, lilás) se destaca na tendência que foi chamada de unicórnio, com cabelos bem coloridos.


Até a próxima com as cores complementares! 

Adquira agora mesmo o Círculo Cromático Capilar, clique no link => http://bit.ly/CirculoCromaticoCapilar e tenha em mãos uma poderosa ferramenta que dará mais agilidade e qualidade ao seu trabalho. 

Saiba mais...

CORES PRIMÁRIAS

Rosélia Costa by

Vimos que o sistema de cor usado pelos cabeleireiros é o RYB, que tem como cores primárias o vermelho, amarelo e o azul.

Agora vamos dar significado a essa teoria?!

Na prática do colorista capilar, as cores primárias correspondentes ao RYB são: vermelho, dourado e o cinza, como são mostradas no círculo cromático capilar, pois assim são chamadas as nuances encontradas nas cartelas de cores e nos tubos de coloração, que são as ferramentas de trabalho do colorista capilar.

Com essas três nuances primárias é possível criar todas as demais cores. Entretanto, elas não podem ser obtidas através de outras nuances. Por isso, é fundamental não deixar faltar essas cores no seu estoque de coloração.

Ex 1.: Vermelho - ousado como nas madeixas e no visual de Jessica Rabbit - desenho em forma de mulher que arrancava suspiros no filme “Uma Cilada para Robert Rabbit”.

Ex 2.: Dourado - sedutor como os cabelos da eterna Marilyn Monroe.

Ex 3.: Cinza - como a nova cor dos cabelos platinados das mulheres contemporâneas.

Cores primárias

 

Adquira agora mesmo o Círculo Cromático Capilar, clique no link => http://bit.ly/CirculoCromaticoCapilar e tenha em mãos uma poderosa ferramenta que dará mais agilidade e qualidade ao seu trabalho. 

Saiba mais...

Colorismo Capilar: A arte de colorir os cabelos

Rosélia Costa by

A arte de colorir os cabelos

Círculo Cromático Capilar é a ferramenta inédita que chega para solucionar os problemas diários de um colorista capilar.

O Poder da Beleza, é o tema da 14ª edição da Beauty Fair, que acontece de 08 a 11 de setembro, nos pavilhões do Expo Center Norte, em São Paulo. Rosélia Costa, especialista em coloração estará participando do evento no dia 09 de agosto, trocando experiências e apresentando a arte de colorir os cabelos através do método por ela desenvolvido, o colorismo capilar. Já no dia 11, a especialista estará ministrando curso para os profissionais da Hair School também na capital paulista.

O método de colorismo capilar foi desenvolvido para orientar e criar estratégias e técnicas, fornecendo ao profissional colorista conhecimento teórico com embasamento científico da percepção e sensação da cor, voltado para a prática da arte de colorir os cabelos valorizando a personalidade e suprindo necessidades, e o desejo do cliente na cor.

Assim como na moda, a nova estação também pede aquela mudança no visual. Muitos cabeleireiros encontram dificuldades em fazer transformações em cabelos já coloridos. Visando facilitar o trabalho destes profissionais, a ferramenta inovadora “Círculo Cromático Capilar”, orientacomo usar as matizes, neutralizar ou acentuar uma cor, criar cores exclusivas ou formar uma cor que eventualmente não tem em estoque, além de facilitar a harmonia da cor e os níveis de contraste da melhor maneira possível.

“O conhecimento contido no Círculo Cromático Capilar irá tornar o aplicador de tinta em colorista capilar competente e produtivo”

IMG 2062

O produto desenvolvido pela Hair Designer Rosélia Costa, estimula o profissional em cor a equilibrar o seu lado artístico com o lado técnico, usando a criatividade com fundamentos e conceitos em diversas áreas do conhecimento, se valendo das ferramentas da coloração e descoloração, a fim de alcançar um objetivo determinado, que é: conquistar e manter clientes satisfeitos.

Os estudos realizados por um longo período, resultaram no método que estuda a cor sob o aspecto físico (luz), químico (pigmentos), fisiológico (olho), psicológico (subjetividade), assim como o valor simbólico (cultural) e estético (belo), para orientar o profissional colorista a criar designs de cabelos que reflitam a intenção que o cliente deseja transmitir, através da imagem construída de forma personalizada e com uma postura ética valorizando os principais elementos do design: forma, textura e cor.

Rosélia explica que a intenção é exatamente focar o colorismo capilar como uma arte e também despertar no aplicador de tinta a necessidade de se tornar um especialista em cor: um colorista capilar. Este novo profissional terá um estudo mais aprofundado em cor e sobre como satisfazer as necessidades e desejos do seu cliente. “O colorismo capilar aqui proposto tem como base três pilares: o profissional (ser), o método de colorismo capilar (serviço) e o cliente (alvo)”, concluiu ela.

A profissional

Atuando na área da beleza há mais de 25 anos, Rosélia Costa é graduada em Visagismo e Estética Capilar, Pós-Graduada em Docência para a Educação Profissional e Docência do Ensino Superior. Pesquisadora e Especialista em coloração capilar, Rosélia é autora do Círculo Cromático específico para o colorismo capilar. A especialista atuou ainda como docente no curso de Cosmetologia e Estética no IESB, no SENAC e no Instituto Helio, todos no Distrito Federal. Seu currículo também trás inúmeros cursos e palestras pelo país, entre eles Bouclé/SP, Universidade Cruzeiro do Sul/SP, Dicolore/SC, Sunshine/SP, Lú Rodrigues/SP, Léia Salão em Lages, Balneário Camboriú e Itapema/SC, Mirra Cosméticos em Florianópolis, Linda Gata/SP, e muito mais.

IMG 2132

Adquira agora mesmo o Círculo Cromático Capilar, clique no link => http://bit.ly/CirculoCromaticoCapilar e tenha em mãos uma poderosa ferramenta que dará mais agilidade e qualidade ao seu trabalho. 

Fotos: Rafael Regis

Saiba mais...
Subscribe to this RSS feed
Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/colorismocapilar/www/templates/gk_steakhouse/html/com_k2/templates/default/category.php on line 199